Logotipo Morada da Praia PADRÃO


Comunicado da Administração

Comunicado da Administração:

A Administração continua sendo vitoriosa em sua defesa contra as inverdades de que vem sendo acusada por uma minoria de opositores. A vitória mais recente ocorreu com o julgamento do Agravo de Instrumento nº 2154321-95.2019.8.26.0000, em que o Tribunal de Justiça de São Paulo concedeu, por decisão unânime, ordem para que dois desses oposicionistas  se abstenham de divulgar qualquer notícia acerca das contas referentes aos anos de 2017 e 2018, por estarem pendentes de decisão judicial, sob pena de multa diária de R$ 1.000,00, limitada a R$ 50.000,00.

A ordem foi concedida em consideração ao fato de que as contas encontram-se sub judice, não podendo ser consideradas reprovadas porque a realização de assembleia para seu prosseguimento encontra-se suspensa por decisão da juíza da 2ª Vara Judicial de Bertioga, no processo nº 1000684-13.2019.8.26.0075. Ou seja: o Tribunal de Justiça reconheceu que são falsas as acusações de que as contas dessa Administração foram reprovadas.  

A Administração vem esclarecer que esse processo judicial, que foi iniciado em abril deste ano por dois associados mediante argumentos falsos, é o único impedimento para o prosseguimento da assembleia da aprovação de contas, bem como para a realização da assembleia de deliberação sobre a proposta orçamentária, as quais estão suspensas pela ordem judicial. Não fosse por essa ação judicial, a Administração já poderia ter realizado as assembleias e a Associação estaria em situação de regularidade, da mesma forma como tem estado desde 2014.           

Se há algum culpado pelas contas não terem sido ainda aprovadas, é exclusivamente a oposição temerária e irresponsável que é feita por uma minoria isolada.           

Agora, às vésperas da realização da assembleia de eleição da Comissão Coordenadora das Eleições (CCE), no próximo sábado, 28/09, às 10 horas, certamente irão surgir novas acusações falsas, uma vez que os opositores não têm qualquer compromisso com a verdade ou com a estabilidade e o progresso da Associação, estando preocupados apenas com seus interesses pessoais.            


A Administração reitera seu compromisso intransigente no cumprimento da lei e do Estatuto Social, e espera que a eleição da CCE se realize de modo pacífico e ordeiro, para o que conta com a participação de todos, e esperando que os espíritos estejam desarmados para que o melhor interesse dos associados prevaleça.


No próximo sábado compareça a Assembleia Geral Ordinária, para escolha dos membros que irão compor a Comissão Coordenadora das Eleições (CCE).


Sua participação é importante a fim de evitar que poucos deliberem pela maioria.  

 

 

Atenciosamente,

Diretoria.